Dieta BARF para animais – Tudo o que você precisa saber

Fundada pelo veterinário e nutricionista  Dr. Ian Billinghurst  em 1993, o princípio da dieta BARF é alimentar os cães com os alimentos que comiam originalmente, antes de serem domesticados.

Esta dieta, portanto, retoma a de caninos selvagens, como lobos e raposas.

Porque a composição genética dos cães domésticos confirma isso: de Boston Terriers ao São Bernardo, os cães se parecem com seus ancestrais, os lobos cinzentos em muitos aspectos.

E, afinal, a comida de cachorro não foi inventada até os anos 1800!

A dieta BARF é, portanto, uma dieta crua  composta principalmente de carne, vísceras, ossos, frutas e vegetais verdes frescos, não cozidos e silvestres.

É rico em proteínas, moderado em gordura e contém um mínimo de carboidratos.

Em detalhes, a dieta BARF para cães consiste em:

  • Osso (inteiro ou esmagado)
  • Miudezas (fígado, rins, etc.)
  • Ovo cru
  • Legumes (brócolis, espinafre, aipo, etc.)
  • Frutas (maçã, figo fresco, morango, etc.)
  • Óleos (óleo de salmão, óleo vegetal, etc.)
  • Certos produtos lácteos, como iogurte

É uma das dietas caninas mais populares até hoje.

A DIETA DE BARF, UMA DIETA COM EXIGENTES RAÇÕES NUTRICIONAIS

No entanto, tenha cuidado para entender os fundamentos da nutrição antes de aplicar a dieta BARF em seu cão. Uma dieta crua consiste em alimentos crus, é fato. Mas, na realidade, é um pouco mais complicado do que isso.

O perigo da dieta BARF é que basta oferecer a seu cão um hambúrguer de bife cru para fornecer a ele uma dieta balanceada e suficiente.

Este tipo de dieta não fornece nutrição completa e pode levar a problemas de saúde para o seu cão no futuro.

Os pais de cães interessados ​​na dieta BARF devem, de preferência, falar com um profissional, em vez de apenas alimentar seus cães com carne crua.

Isso ocorre porque a dieta BARF significa “alimentos crus biologicamente apropriados”. Simplificando, esta dieta inclui alimentos crus que fornecem ao seu animal de estimação todos os nutrientes de que ele precisa para uma vida saudável … e não apenas carne.

brown french bulldog in yellow shirt holding blue ceramic mug

Então a diferença não está tanto em como um nutricionista e um pai de cachorro definem cru, a diferença está mais no que é considerado balanceado para seu animal de estimação.

Por exemplo, alguns cães perdem muito peso durante a dieta BARF. Nesse caso, os pais de cães podem precisar da ajuda de um nutricionista sobre o que adicionar à dieta para resolver o problema (como cereal cozido ou gordura extra).

As diretrizes recomendadas para uma dieta BARF consistem em 70% de carne de músculo, 10% de ossos comestíveis crus, 7% de vegetais, 5% de fígado, 5% de outras carnes orgânicas, 2% de sementes ou nozes e 1% de frutas.

  • Carne muscular

As dietas BARF consistem em carne crua para fornecer ao seu cão as proteínas, aminoácidos e vitaminas essenciais para a sua saúde. A recomendação da proporção de carne começa com 50% da ingestão diária total.

É importante notar que esta porção de carne de músculo não significa alimentar seu animal de estimação exclusivamente com apenas um tipo de carne. Essa proporção é uma grande categoria que contém vários ingredientes, como gordura saturada para energia e carnes orgânicas, como coração. Também é importante notar que esta porção de carne varia de cão para cão.

  • Ossos

Ossos crus e moles comestíveis são uma parte importante da dieta BARF. Eles fornecem cálcio, fósforo e outros nutrientes essenciais ao seu cão. A diretriz para servir osso comestível começa com 10% da ingestão diária total.

A quantidade de ossos carnudos crus que um cão pode precisar para manter fezes firmes e consistentes pode variar. A proporção de 10% é uma diretriz inicial. No entanto, muitos cães respondem muito bem com um conteúdo de osso comestível bruto de 12% a 15%. 

Sempre se adapte às necessidades individuais do seu cão. Seu companheiro não é o do vizinho. É unico. Suas necessidades também.

  • Legumes

Os  vegetais  também são ingredientes importantes nas dietas BARF. Eles fornecem nutrientes essenciais e fitoquímicos que beneficiam a saúde do seu animal de estimação. A recomendação do tamanho da porção para vegetais começa com 7% da ingestão diária total.

Os vegetais são importantes para atender às necessidades nutricionais básicas dos cães. A diretriz de 7% é uma recomendação inicial, mas como todos os outros alimentos da dieta BARF, isso irá variar dependendo das necessidades nutricionais do seu cão.

black and white short coated dog
  • Fígado

O fígado é um ingrediente chave nas dietas BARF para fornecer vitamina A e outras vitaminas importantes para a saúde do seu animal de estimação. A recomendação de proporção começa em 5% da ingestão diária total.

A proporção de 5% é uma diretriz inicial e esta quantidade de fígado fornece mais do que a ingestão recomendada de vitamina A. Para cães que são sensíveis a carnes orgânicas, 2% do fígado ainda fornecerá ao seu animal de estimação a vitamina A necessária.

  • Outras miudezas

Outros órgãos, como os rins, são ingredientes benéficos na dieta BARF por fornecer vitaminas e minerais essenciais. A outra recomendação em relação à proporção de órgãos começa com 5% da ingestão diária total.

Outras carnes de órgãos são úteis para atender às necessidades nutricionais básicas dos cães. A recomendação de proporção de 5% é uma recomendação inicial.

  • Sementes e nozes

Sementes e nozes cruas são ingredientes benéficos na dieta BARF para fornecer minerais, ácidos graxos e vitaminas. A recomendação para a proporção de sementes cruas para nozes começa em 2% do consumo diário total.

As sementes e nozes são benéficas para atender às necessidades nutricionais dos cães, mas devem ser embebidas e moídas com antecedência para alimentação.

Nozes e sementes cruas contêm fitatos que são antinutrientes e podem afetar negativamente o equilíbrio nutricional.

Embeber as sementes e nozes cruas reduz os fitatos e a trituração promove uma digestão ideal.

A recomendação de proporção de 2% é uma recomendação inicial, e você também pode adaptar a proporção às necessidades do seu cão.

  • Frutas

As frutas contêm nutrientes e antioxidantes que são benéficos para os cães. No entanto, devem ser fornecidos em pequenas quantidades devido ao seu teor de açúcar.

A recomendação para a proporção de frutas começa em 1% do consumo diário total.

 OS BENEFÍCIOS DA DIETA DE BARF:

  • Saudável, natural, qualitativo e digestível
  • Pelos mais brilhantes
  • Pele mais saudável
  • Melhor dentição: melhor aparência, dentes mais fortes e melhor hálito
  • Nível de energia mais alto
  • Dieta que agrada a cães
  • Fezes menos volumosas e menos odoríferas
  • Constrói músculos
  • Excelente ingestão de proteínas

OS RISCOS POTENCIAIS DA DIETA DE BARF

  • Risco para a saúde devido às bactérias presentes na carne crua. Existem, portanto, riscos de parasitose ou intoxicação alimentar. Portanto, é fundamental prestar atenção à higiene ao preparar as porções.
  • Mal compreendida e adaptada, a dieta BARF pode fornecer  uma dieta desequilibrada  que pode ser prejudicial à saúde dos cães. Principalmente no longo prazo.
  • Os cães podem  sufocar com os ossos, quebrar os dentes ou sofrer uma perfuração.
  • A dieta BARF obviamente exigirá  mais tempo de preparação do  que a dieta de ração.
  • Finalmente, a dieta BARF costuma ser  mais cara do  que a comida industrial. 

MEU CÃO DEVE ADOTAR UMA DIETA BARF?

Depende muito das suas preferências e do seu cão.

Embora os pais dos animais de estimação estejam adotando cada vez mais a dieta BARF, você precisa ter certeza de que essa dieta é realmente adequada para o seu cão. Para fazer isso, obtenha o máximo de informações possível e peça conselho ao seu veterinário.

Além disso, para saber se o seu cão aguenta a dieta BARF, faça-o passo a passo apresentando os alimentos crus um a um e em pequenas porções.

Esteja preparado para que a transição de ração para comida crua seja um processo lento que leva tempo, paciência e conhecimento.

COMO COMEÇAR A DIETA DE BARF?

Quer mudar para a dieta BARF? Vamos lá ! A transição de alimentos secos para alimentos crus é um processo lento. 

Se o seu cão não está acostumado com comida crua, acostume-o aos poucos.

A transição completa geralmente pode ser feita em uma semana; no entanto, a chave é seguir o ritmo do seu cão, assim como faria com qualquer mudança na dieta.

Os filhotes, por outro lado, podem ir mais rápido e fazer a transição em questão de dias, pois têm um sistema digestivo mais saudável em geral do que os cães mais velhos.

Quanto mais velho o cão, mais tempo você precisa para mudar totalmente para a dieta BARF.

Para começar, recomendamos que você jejue seu cão por meio dia ou até um dia inteiro antes da primeira refeição.

Em seguida, substitua lentamente os alimentos. Se tudo estiver bem, continue substituindo a dieta original pela nova dieta crua.

Cuidado com o seu animal. Se seu cão tem fezes moles, espere até que estejam mais firmes para continuar a transição.

COMO COMEÇAR UMA DIETA BARF

A melhor maneira de fazer essa transição é criar uma linha do tempo e um plano de transição para seguir.

Por exemplo, se o seu cão não aguenta 1/2 porção, você deve reverter para 1/4 porção por outro dia ou mais, se necessário, antes de prosseguir.

  • Dia 1 –  Dê ao seu cão apenas água, sem comida.
  • Dia 2 –  Reequilibre sua dieta na seguinte proporção: 1/4 da dieta BARF e 3/4 da dieta usual.
  • Dia 3 –  Reequilibre sua dieta na seguinte proporção: 1/2 da dieta BARF e 1/2 da dieta usual.
  • Dia 4 –  Reequilibre sua dieta na seguinte proporção: 3/4 da dieta BARF e 1/4 da dieta usual.
  • Dia 4 –  Reequilibre sua dieta na seguinte proporção: 3/4 da dieta BARF e 1/4 da dieta usual.
  • Dia 5 –  Se seu cão está tolerando esta nova dieta, vá totalmente para a dieta BARF

Pode servir ao seu cão duas refeições por dia, uma de manhã e outra à noite nas seguintes proporções:  2 a 3% do peso corporal para um cão adulto a partir de 1 ano.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos mais vistos