Como deixar seu cachorro mais tranquilo

Porque o seu cão está estressado, hiperativo, agressivo , porque está com dor, etc. Existem muitas razões para começar a procurar o melhor analgésico para o seu parceiro.

Mas tenha cuidado, nem todos os analgésicos são bons para o seu cão. E alguns podem até ser fatais!

Vamos ajudar você hoje a escolher o melhor analgésico para cães de acordo com o problema-alvo.

TENHA CUIDADO COM OS MEDICAMENTOS PARA HUMANOS!

Em primeiro lugar, é importante lembrar que a automedicação pode colocar a vida do seu cão em perigo e que alguns analgésicos humanos são prejudiciais à saúde do seu animal, podendo até ser fatais.

De acordo com a  PETA , cerca de 66% de todas as chamadas para  Pet Poison Helpline  são de cães e gatos que acidentalmente consumiram medicamentos prescritos para humanos.

Os mais comuns são antidepressivos, medicamentos ansiolíticos e pílulas para dormir.

Portanto, nosso primeiro conselho é não esvaziar a caixa de remédios para encontrar um sedativo para o seu cão, esteja este sofrendo de dores, ansiedade, hiperatividade ou mesmo agressão.

Paracetamol, aspirina e ibuprofeno  causam inúmeras intoxicações em cães todos os anos.

A menos que aconselhado por seu veterinário, nunca dê remédios humanos para acalmar seu cão de qualquer coisa.

O caso dos analgésicos para humanos

Diante da dor de seu cachorro, muitos donos se lançam na medicação para aliviar seu companheiro. E nós os entendemos! O que poderia ser mais doloroso do que o sentimento de impotência diante do sofrimento de nosso melhor amigo, aquele que consideramos um verdadeiro membro da família?

No entanto, esta é uma ideia muito ruim. Analgésicos para humanos podem piorar os problemas do seu cão.  Eles não são sedativos adequados para cães.

Os AINEs (antiinflamatórios não esteróides) nunca devem ser dados a um cão sem a prescrição de um veterinário. O ibuprofeno e o paracetamol em particular são extremamente perigosos para os nossos animais. Ambos podem prejudicar seriamente a saúde do seu cão, danificando o fígado ou causando insuficiência renal ou hepática.

Esses dois analgésicos humanos também podem causar perda de apetite, diarréia, vômitos e morte.

Se você deu ao seu cão qualquer analgésico humano, consulte o seu veterinário imediatamente.

selective focus photography of white dog running on green grass

O caso dos antidepressivos para humanos

Os antidepressivos são uma das principais causas de intoxicações acidentais observadas pelos veterinários em cães.

Os antidepressivos são principalmente uma classe de medicamentos chamados inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS). Este tipo de medicamento às vezes é usado na medicina veterinária (para problemas de comportamento, por exemplo). Mas mesmo em doses terapêuticas, eles podem causar sinais clínicos moderados a graves.

Em caso de envenenamento ou ingestão acidental, os sinais clínicos de SSRIs incluem perda de energia ou estimulação do sistema nervoso central (SNC), anorexia e letargia.

Em caso de intoxicações mais graves, pode ser observada a síndrome da serotonina. Os sinais clínicos da síndrome da serotonina incluem: sedação ou estimulação do SNC, vômitos, tremores, convulsões, hipertermia, diarreia, dor abdominal e pupilas dilatadas.

Os antidepressivos, embora às vezes sejam prescritos por veterinários, são  particularmente perigosos para a saúde renal e hepática dos cães . No pior dos casos, eles também podem causar a morte.

O caso das pílulas para dormir para humanos

Pílulas para dormir para humanos também são sedativos muito ruins para o metabolismo dos cães.

Mesmo que alguns veterinários prescrevam Xanax ou Valium, pílulas para dormir formuladas para humanos podem causar  dor de estômago ,  vômitos  e até a  morte .

Portanto, consulte um veterinário antes de dar este tipo de sedativo humano ao seu cão.

O caso dos benzodiazepínicos

Os benzodiazepínicos são uma classe de medicamentos usados ​​na medicina humana e veterinária como sedativos / hipnóticos. Eles também são usados ​​como ansiolíticos, anticonvulsivantes (por exemplo, anticonvulsivantes) e relaxantes musculares.

Essas drogas atuam aumentando a liberação e / ou facilitação da atividade do neurotransmissor ácido gama-aminobutírico (GABA).

Mas quando os cães ingerem uma quantidade tóxica de benzodiazepínicos, podem ser observados sedação severa, dificuldade de coordenação, agressividade, inquietação, náuseas e vômitos. Em casos graves,  o cão também pode sofrer de depressão respiratória e cardiovascular .

Um sedativo, portanto, nunca deve ser administrado a seu cão sem a validação do veterinário.

COMO SEI QUAL REMÉDIO DAR AO MEU CÃO?

Consultando um veterinário é claro!

Somente um profissional saberá como direcioná-lo ao analgésico certo para cães.

Uma consulta com o veterinário irá ajudá-lo primeiro a fazer o diagnóstico correto do problema do seu cão, ao mesmo tempo que evita que você trate o seu animal de forma inadequada. Ele pode então aconselhá-lo sobre as ações corretas a serem adotadas e os melhores medicamentos a serem administrados, se necessário.

CALMA NATURAL PARA CÃES

Se o seu cão estiver com dor, você pode obter ajuda de analgésicos naturais antes de uma consulta com o veterinário ou paralelamente ao tratamento médico. 

Calmante para hiperatividade

Se o seu cão é hiperativo, existem várias ações e soluções que podem ajudá-lo a acalmá-lo de forma natural e sem ter que recorrer a um sedativo químico.

Ignore o comportamento dele

Os cães geralmente desejam apenas sua atenção. Prestando atenção à hiperatividade dele, você reforça o comportamento problemático que está tentando eliminar. Na próxima vez que seu cachorro pular em você ou mordê-lo com entusiasmo, tente não tocá-lo, falar com ele e evitar o contato visual. Então veja como você se sai. Você pode se surpreender com a rapidez com que o cão se acalma.

Dê um emprego ao seu cachorro

Ter uma tarefa em que se concentrar pode ser extremamente útil. A hiperatividade em cães pode surgir tanto de necessidades psicológicas quanto físicas. Ao dar a seu cão uma tarefa para fazer, você suprime seu comportamento hiperativo e redireciona sua energia para outro lugar. Por exemplo, fazer com que seu cão carregue uma mochila com peso extra irá mantê-lo focado no transporte em vez de se distrair com gatos e outras coisas.

brown and black dog figurine

Dê um passeio para externalizar a energia do cão

Se seu cão tem muita energia acumulada, uma caminhada muito vigorosa é outra ótima maneira de redirecioná-lo para onde VOCÊ deseja que ele vá. Depois de queimar essa energia extra, seu cão deve estar agradavelmente exausto e cansado demais para pular e morder. 

Canalize sua própria energia

Seu cachorro é seu espelho. Qualquer energia que você projeta, ela refletirá. Você está em um estado de espírito calmo? Você está estressado por uma discussão ou oprimido pelas preocupações da semana de trabalho? Humor nervoso ou ansioso pode resultar em linguagem corporal ou tom de voz nervoso ou ansioso, e pode afetar a energia de seu cão. Portanto, seja o líder da matilha e fique em sintonia com sua energia.

Experimente aromaterapia

Lembre-se de que os cães experimentam o mundo principalmente pelo cheiro! Assim como acredita-se que o cheiro de lavanda relaxa os humanos, um perfume calmante também pode ter um efeito calmante em seu animal de estimação. Converse com seu veterinário ou consulte um profissional holístico para descobrir quais cheiros podem funcionar para seu cão.

Calmante para o estresse

Além dos tranquilizantes veterinários, certas ações e tranquilizantes naturais podem ser eficazes no alívio do estresse e da ansiedade.

Faça-o ouvir musica

Quando você está estressado, pode ouvir música para relaxar. Também funciona para cães. Estudos demonstraram que tocar música clássica para seu cão, como Bach, pode ajudar seu animal a se acalmar. Você pode encontrar facilmente um canal de música clássica no YouTube, e o Spotify também acaba de lançar uma  lista de reprodução  voltada especificamente para cães.

Faça ele se exercitar

Todos os cães precisam de exercícios. No entanto, algumas raças precisam de mais exercícios do que outras. Existe um ditado que diz: um cão cansado é um cão feliz. Atividades físicas, como caminhar ou brincar, ajudam você e seu cão a liberar a tensão.

Mesmo se você tiver um quintal, ainda é uma boa ideia passear com o cachorro todos os dias. Além disso, passear com o cachorro permite que ele explore e cheire coisas fora de casa, o que pode estimular seus sentidos. 

Faça massagens nela

Assim como nos humanos, o toque pode ajudar a aliviar o estresse em cães. Se seu animal de estimação está estressado, você pode não estar dando a ele contato físico suficiente. Certos locais no corpo de um cão ou gato – como almofadas, orelhas e topo da cabeça – são pontos de pressão naturais onde apenas 15 minutos de massagem farão a diferença nos níveis de estresse do seu animal de estimação.

Além disso, seu cão deve passar um tempo com você. Não importa o quão ocupado você esteja, reserve um tempo todos os dias para dar ao seu companheiro toda a atenção de que ele precisa.

black white and brown long coated dog sitting on brown dried leaves during daytime

Trabalhos

Historicamente, alguns cães foram criados para trabalhar. Se você tem um cão de trabalho, seu companheiro provavelmente está esperando por um trabalho. Enquanto alguns cães amam nada mais do que preguiça o dia todo, outros se preocupam se não têm nada para fazer.

Aproveite o tempo para ensinar truques a seus cães.

Outra coisa que você pode fazer em casa é embrulhar guloseimas em um cobertor e pedir ao seu cachorro que as encontre. Isso estimula o instinto de caça do seu animal de estimação, ao mesmo tempo em que é um desafio recompensador.

Evite  gatilhos de estresse

Uma maneira fácil de manter seu cão longe do estresse é evitar colocá-lo em situações que o angustiem. Por exemplo, se seu cachorro odeia fogos de artifício, não o leve para fora quando houver alguns.

Da mesma forma, se seu cão estiver preocupado no meio da multidão, não o leve a um desfile.

Depois de conhecer os gatilhos de seu cão, você pode se preparar para essas situações com antecedência. Entender esses aspectos pode ajudar você, como dono, a saber as melhores maneiras de ajudar seu cão em situações de ansiedade.

Acalmando contra a dor

Se o seu cão está com dor, existem muitos remédios naturais disponíveis para ajudá-lo.

Teste de acupuntura 

O controle da dor é um dos usos mais comuns da acupuntura, geralmente em conjunto com um plano de tratamento mais tradicional. Tratamentos médicos fortes, como a quimioterapia, que podem causar desconforto, costumam ser combinados com a acupuntura para ajudar o animal a se sentir mais confortável e combater doenças.

Forneça uma cama agradável para o seu cão

Um cão com dor precisa descansar e dormir bem. Para aliviar seu cão, você pode precisar trocar sua cesta. Dê-lhe um travesseiro macio e coloque-o em um local de fácil acesso. Obviamente, limite os movimentos do seu cão, especialmente nas escadas.

Experimente açafrão

A cúrcuma é conhecida por ser um poderoso analgésico. 

Como a cúrcuma é um antiinflamatório natural, pode tratar com eficácia cães com artrite, por exemplo. A cúrcuma pode realmente reduzir a inflamação e aliviar a dor e a rigidez associadas à artrite.

Adicionar açafrão à dieta do seu cão é uma maneira segura e eficaz de ajudá-lo a se recuperar.

Adapte sua atividade física

Um cão com dor é um cão mais frágil. Portanto, é importante adaptar suas atividades à sua condição. Às vezes, a cessação total das atividades é obrigatória, às vezes, uma redução na atividade é suficiente.

Para ter certeza de fornecer a seu cão um programa adequado, peça conselho ao seu veterinário.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Artigos mais vistos